Pesquisa revela capitais em que se leva mais tempo para se deslocar até o trabalho

Um estudo divulgado pelo Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada) destaca as capitais brasileiras em que o trabalhador leva mais tempo para chegar ao trabalho. Os paulistas são os que mais sofrem, levando em média 42,8 minutos. Em seguida aparece o Rio de janeiro, onde são necessários cerca de 42,6 minutos para completar o trajeto casa/trabalho.

Entre as capitais mundiais, São Paulo e Rio ficam atrás somente de Xangai, onde são necessário 50 minutos para chegar ao trabalho. Por sua vez, Recife e Distrito Federal registraram 35 minutos em média para a população se deslocar para o trabalho.

Os dados apontam que tem havido piora nas condições de transporte urbano das principais áreas metropolitanas do país desde 1992, com um aumento nos tempos de viagem casa/trabalho. Alguns dos motivos seriam o crescimento populacional, a expansão da mancha urbana e o aumento das taxas de motorização e dos níveis de congestionamento. “Esperamos que esses dados sejam incorporados no debate sobre o tema nesses núcleos mais específicos. Eles seriam úteis para saber, por exemplo, se a as obras para a Copa do Mundo e a Olimpíada seriam eficazes na resolução do problema de mobilidade urbana”, afirmou o pesquisador Rafael Pereira, responsável pelo estudo.

Se o seu trajeto de casa para o trabalho tem se tornado cada vez mais demorado e estressante, que tal tentar outros meios? Que tal aliar caminhada ou bicicleta e trem, ou ver se algum dos colegas mora próximo a sua casa para organizar caronas e poluir menos, além de economizar gasolina?

Esta entrada foi publicada em Mobilidade Urbana e marcada com a tag , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>