Secretário do Ministério das Cidades defende mudanças na mobilidade urbana

Nos dias 12 e 13 de março em Belo Horizonte/MG, ocorreu o Seminário Internacional de Mobilidade Urbana. A abertura do evento contou com a participação do secretário-executivo do Ministério das Cidades, Alexandre Cordeiro.  Na ocasião, ele defendeu os investimentos no transporte público de qualidade e o uso da bicicleta aliado ao trem. “O trem para grandes distâncias e a bicicleta para interligar as estações com o destino final dos passageiros”.

Em seu discurso, Alexandre Cordeiro disse que com a substituição do transporte automotor individual pelo transporte coletivo sob trilhos mais passageiros seriam transportados. Além disso, haverá redução de tempo, energia, custo, espaço físico, emissão de carbono e acidentes. Segundo ele, para cada hora, em um espaço de três a quatro metros de largura, um carro transporta aproximadamente 1.800 pessoas, enquanto que o ônibus transporta de sete mil a dez mil pessoas e o trem 60 mil pessoas. “Com um transporte público de qualidade devolveríamos a população 45 dias de suas vidas. Esse é o tempo perdido nos engarrafamentos, levando em consideração apenas o trajeto casa e trabalho em dias úteis”.

O Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) Mobilidade, disse Cordeiro, já beneficiou mais de 53 milhões de brasileiros e empregou aproximadamente 2.3 milhões de pessoas. “Não queremos reinventar a roda, mas precisamos reinventar os meios de transporte. Economia, olhar social e preocupação ambiental. A ordem é: sustentabilidade”, afirmou o secretário-executivo.

Esta entrada foi publicada em Eventos, Mobilidade Urbana e marcada com a tag , , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>